[nd_options_text nd_options_text_tag=”h1″ nd_options_text_weight=”bold” nd_options_text=”ADPP implementa um projecto de combate à desnutrição em Nampula” nd_options_text_color=”#dd3333″ nd_options_text_font_size=”50px”]

O Governo dos Estados Unidos da América E.U.A., lançou oficialmente em Dezembro último em Nampula, o projecto “Transformar Nutrição”, num evento que contou com a presença do Governador da província, Victor Manuel Borges em representação do Governo da República de Moçambique, da Directora do Escritório de Saúde da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), Monique Mosolf, da directora-geral da ADPP Moçambique, Birgit Holm e demais convidados.

 

O Projecto ora lançado vai reduzir as taxas de nanismo na infância e melhorar o estado nutricional de mulheres grávidas e lactantes, meninas adolescentes e crianças menores de dois anos. A ser implementado em doze distritos da província de Nampula nos próximos cinco anos, a iniciativa está orçada em um total de 24 milhões de dólares, financiados pelo governo dos E.U.A. e será implementado por um consórcio liderado pela ADPP Moçambique em cooperação com a Associação h2n, a Universidade Lúrio (UniLúrio), a Viamo e a Aliança Global para a Melhoria da Nutrição (GAIN) com actividades focadas em 12 distritos.

 

Uma pesquisa recente aponta que a Província de Nampula tem uma taxa de nanismo de 55% em crianças menores de 5 anos, uma taxa 12% superior à média nacional. Além disso, 51% das meninas adolescentes da província são anémicas. Estatísticas de desnutrição como estas têm causas complexas e incluem dietas muito pobres em calorias, micronutrientes e proteínas; desigualdade de género no acesso a alimentos nutritivos; conceitos errados sobre dietas nutritivas e falta de higiene e saneamento.

 

“Ao atacar o problema da desnutrição por todos os ângulos – conhecimento individual, comunidade, recursos de mercado e capacidade do governo em todos os níveis – estes projectos não só ajudam os moçambicanos em Nampula, mas também fornecem ao Governo de Moçambique um modelo para melhorar a saúde que pode ser usado em todo o país.” – disse Monique Mosolf, Directora do Escritório de Saúde da USAID.

 

Com o lançamento deste projecto, o Governador da província de Nampula, Victor Borges, acredita que o índice de desnutrição avaliada em mais de 47% possa reduzir com a mudança de atitude da população dos distritos abrangidos.

Por sua vez, Aboobacar Covela, director do projecto, disse: “Alguns alimentos são mais nutritivos do que outros, e queremos ver pessoas cultivando alimentos saudáveis e nutritivos em suas hortas”. A iniciativa Transformar Nutrição usará rádio e vídeo da comunidade para apoiar a mudança de normas, comportamentos e práticas em torno de nutrição, higiene e saneamento e desenvolverá jardins-modelo com uma boa mistura de alimentos nutritivos.”

 

Na ocasião, foi também lançado o projecto “Promovendo Nutrição” que juntamente com o “Transformar Nutrição” vão beneficiar cerca de 550.000 moçambicanos e são um componente crítico do programa de assistência da Missão dos E.U.A. em Moçambique. Em estreita colaboração com o Governo da República de Moçambique, o Governo dos E.U.A. disponibiliza mais de 500 milhões de dólares em assistência anual para melhorar a qualidade da educação, saúde, crescimento económico e o desenvolvimento geral da nação.

 

Para combater esses desafios, o Governo dos E.U.A. fará parceria com o Governo da República de Moçambique nos níveis central, provincial e distrital, fará a coordenação das actividades de nutrição e o treinamento dos profissionais de saúde no rastreio e tratamento de problemas de desnutrição. Também apoiará intervenções de nível comunitário que melhorem a nutrição e aumentem o acesso a alimentos mais nutritivos, melhores condições de saneamento e produtos de higiene para famílias e indivíduos.